As Repúblicas

Como definir as Repúblicas? Que espaços são estes afinal? Uma possibilidade é situá-las algures entre uma mitologia urbana, que se perpetua, reinventa e vai ganhando novas escritas no passar das gerações, e o passar de facto dos dias um pouco por toda a Coimbra.

Sabemos ao certo que remontam a tempos idos e que são indissociáveis da história da cidade, da Universidade e, também do país.

Estabelecidas, ao longo dos anos, como materialização de uma necessidade de gestão e de organização de estudantes com poucos recursos financeiros, é precisamente esta característica que lhes imprimirá o cunho solidário que hoje lhes reconhecemos.

Ao longo dos anos, as Repúblicas foram sendo responsáveis pela produção de um vasto acervo documental que permanece ainda, na maior parte dos casos, ignorado. Conhecer as Repúblicas por aquilo que nos foram deixando, e por aquilo que vão produzindo, é o objectivo deste arquivo que se irá construindo progressivamente.

Créditos

Projecto R